segunda-feira, 22 de setembro de 2008

HOMILIA DE DOM FLAVIO CAPPIO

CAMINHADA / ROMARIA GUARATINGUETÁ, APARECIDA DO NORTE
“COM FRANCISCO AO ENCONTRO DE MARIA PARA CELEBRAR A VIDA”

“Eu saúdo a grande família franciscana brasileira em seus vários seguimentos; comunidades masculinas e femininas, respeitando seus diversos carismas, todos marcados com a ternura e o vigor de Francisco e Clara, que são a ternura e o vigor do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.
Agradeço de coração a oportunidade que me foi dada de falar a meus irmãos e irmãs, membros desta imensa família que tanto amo e da qual faço parte, numa ocasião tão especial como a dos 800 anos de vivência do nosso carisma vivido por pessoas tão especiais nos quatro cantos do mundo. Algo muito grande nos une e nos irmana; o seguimento de Jesus segundo as pegadas de São Francisco. 800 anos de estrada deixaram sulcos profundos na história da humanidade, por essa maneira franciscana de agir e de viver, por essa maneira própria de sermos discípulos e missionários do Reino a serviço do povo de Deus, principalmente entre os pequenos e pobres deste mundo.
A sombra luminosa do marrom terra esquentou muitas vidas ao longo da história. Somos discípulos e discípulas de um homem de Deus, homem marcado por Deus, homem domado por Deus, que por sua parte se entregou a Deus até o ponto de que com os estigmas poder dizer como São Paulo: “Já não sou eu quem vive e Cristo que vive em mim”.
O discípulo segue o exemplo do mestre. Nós somos estes discípulos e discípulas e eu perguntaria: Como vai nossa vida de comunhão com Deus? Nossa vida de oração, de cultivo de nossa espiritualidade, aquele ou aquela que se diz franciscano, necessariamente deve ser um homem, uma mulher de oração, alguém que lê, medita e procura seguir com fidelidade as orientações do Evangelho. Aquele ou aquela que não é discípulo e missionário da palavra igualmente não é franciscano, repito: aquele ou aquela que não é discípulo e missionário da palavra igualmente não é franciscano. É uma questão de fidelidade, de coerência ao carisma que Francisco e Clara nos legaram. O franciscano a franciscana moldado no espírito de Francisco e Clara é aquele, é aquela que repousa a sombra da Eucaristia e faz Dela seu alimento cotidiano. Somos discípulos e discípulas de um homem pobre de um homem que se fez pobre. Alguém que seguiu de perto Jesus, homem pobre, amante dos pobres que fez dos pobres a menina de seus olhos, a corda fina de seu coração, fez da pobreza a bandeira de sua missão, opção esta que nos marcou ao longo da história e que nos identifica no seguimento de Jesus e como discípulos e discípulas do poverello, tomaria a liberdade de perguntar: Como vai nossa vida de pobreza? Franciscano, franciscana você é pobre? Se sua resposta for positiva, você se torna digno de vestir o burel da cor do chão. Se você não for pobre, franciscano e franciscana você não é. Seu coração se identifica com os pobres? Sua cabeça é de alguém que pensa a partir dos pobres? Seu agir, seu viver tem os pobres como prioridade? Como para São Francisco e Santa Clara o pobre é a corda fina de seus corações, a menina de seus olhos, o sono de suas noites? Sua opção preferencial? Só assim meu irmão, minha irmã você também poderá dizer ser um seguidor de São Francisco. Se não for assim você até pode ser um homem ou uma mulher de boa vontade, mas ainda não é um franciscano ou franciscana. E se você verdadeiramente se esforçar, um dia poderá vir a ser verdadeiramente à luz de São Francisco, Santa Clara, Santo Antônio, São Maximiliano Kolbe e de Frei Galvão. Esta é nossa marca indelével, o seguimento do homem Jesus de Nazaré nas pegadas de São Francisco e Santa Clara.
Somos discípulos e discípulas do homem cheio de vida, que faz das palavras de Jesus, suas palavras. “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”. Alguém que se identificou com todas as formas de vida, criação amorosa do Pai. Um filho fiel que se tornou pai da natureza, padroeiro e protetor de todas as formas de vida que pululam nesse mundo o universo, que manifestam e testemunham a glória do Pai Criador.
Hoje a natureza nos interpela, o meio ambiente pede chorando para cuidemos dele, para que ele possa continuar cuidando da humanidade. A vida quer gerar vida, mas desde que deixem que ela seja geradora de vida. Nesse processo de morte imposto a natureza de Deus, onde estamos? O que pensamos? O que fazemos de concreto para que a vida seja preservada e possa continuar gerando vidas.
Preocupo-me com as futuras gerações, nossos filhos, nossos netos, aqueles que virão depois de nós, nos sucederem. Que mundo estamos preparando para eles? Vão nos agradecer ou nos condenar? O que eles dirão de nós se não tiverem mais ar puro para respirar, água potável para beber, alimentos saudáveis para ingerir, um mundo digno para viver? Seremos bem-aventurados ou seremos malditos por eles?Sofremos as conseqüências dos que vieram antes de nós e preparamos a vida ou a morte do mundo daqueles que virão depois de nós.
Hoje cantamos com Francisco “Irmão sol, irmã lua, irmãs estrelas, irmã água, irmão ar, se como Francisco não formos verdadeiramente irmãos e irmãs dos elementos criados por Deus Pai, por causa de nós, por nosso amor, nossos filhos e filhas gritaram maldito sol que nos queima, maldito ar que nos intoxica, maldita água que nos envenena. E o cântico do Irmãos Sol, será um hino fúnebre de decepção e de saudades.
Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs, o sopro do Espírito paira sobre nós e sobre todos aqueles e aquelas que com Francisco e Clara almejam viver com sinceridade a vida, dom maior do Pai, doador de todo o Bem. Deixemo-nos envolver por este Espírito, deixemos que o Espírito Santo de Deus Amor tome conta de nós como tomou conta de Francisco e de Clara, fazendo deles luzes fortes ao longo destes 800 anos e assim por mais 800 anos e para todo sempre este carisma de vida possa continuar gerando vida e vida em abundância. A todos vocês meus irmãos e irmãs minha saudação de Paz e de Bem.

3 comentários:

Paulo Américo Piotto,OFS disse...

Ele foi simplesmente "The Best " !!!


Paz e Bem !!!!

Casa Perfeita Alegria disse...

paz e bem!

sem duvida nenhuma é uma homilia que vai ficar por bastante tempo na cabeça das pessoas, gostei muito do seu blog, coloquei um link lá no meu, junto com o da fraternidade do piotto, gostaria de saber também como conseguiste colocar essa oração ai em baixo, já tentei de todo o jeito, se puder me de uma ajudinha,
abraços fraternos,
joão lellis - OFS Aparecida - Nilópolis

Paulo Américo Piotto,OFS disse...

Se quiserem o DVD da Homilia nós temos !!!